Para quem quer montar uma sexshop online deverá preparar-se, pois o investimento poderá ser grande se desejar comprar stock. Mas também significa um grande investimento pessoal e emocional.

Os artigos desta área de negócio não costumam ser baratos, portanto talvez seja necessário seleccionar quais as prioridades que deseja numa fase inicial.

Para quem tem limitações de orçamento, e se tivesse de aconselhar alguém, diria que deveria focar-se numa primeira fase em lingerie sexy, nos vibradores e dildos, e depois os lubrificantes. São estas as áreas mais importantes a ter em conta numa sexshop. Na minha opinião as primeiras áreas a atacar.

Tente falar com alguém que esteja já há bastante tempo nesta área e que seja de confiança. Procure fornecedores em Portugal e no estrangeiro. Aconselhe-se se vale a pena ter milhares e milhares de produtos com os custos que isso acarreta em termos de logística. Tem de ter um grande armazém, muitos funcionários. Enfim, toda uma série de problemas que deve evitar.

Se tiver sempre limitações para investir numa loja online de artigos sexuais lembre-se que é melhor qualidade do que quantidade. Um sem número de brinquedos sexuais pode trazer problemas na hora dos clientes escolherem. Assim como para si na hora de optimizar a sua loja para os motores de busca na Internet. Sim, não chega pôr os produtos online e já está! Cada produto tem de ser tratado como uma história diferente. Não cometa o erro de, numa descrição relacionada com uma fantasia de enfermeira, referir que a loja vende vibradores. Fale só do que está a descrever e nada mais. Todo este processo leva tempo, exige imaginação e paciência. Não se deve apressar só porque tem pela frente 4 mil, ou 7 mil artigos. É um trabalho diário suado mas que a médio longo prazo dá resultados.

Não menospreze as redes sociais mais importantes donde pode retirar vendas. Esteja diariamente sempre online na sua conta do Facebook pois a qualquer momento tem uma questão de um cliente que, respondida de forma rápida e eficiente, pode gerar uma venda. Esta rede social é a mais importante e activa.

Prepare-se para atender chamadas de clientes que, ou não têm vida sexual e querem conselhos para a melhorar comprando um brinquedo sexual específico, ou aqueles que têm uma vida sexual tão cheia e por isso sabem bem o que querem. Tão bem que têm tantas ideias que acabam por precisar de conselhos…

Prepare-se para os clientes chatos que fazem encomendas e não pagam, ficando à espera que a encomenda, como que por milagre, lá apareça em casa…sem ser paga…

Esteja consciente que, ao contrário do que se pensa, e apesar de no Verão termos mais vontade de actividade sexual por causa do bom tempo, vende-se pouco este tipo de artigos, pois é nesta altura que ocorrem as férias da escola e onde todos nós aproveitamos para ir à praia, ir para o campo, ou sair à noite com a mulher ou amigos.

Ao longo destes três anos a gerir uma loja de artigos sexuais reparei que os clientes sentem-se bastante à vontade a falar da sua vida sexual. Lembro-me de uma cliente que necessitava de conselhos para um artigo e passou imenso tempo a falar do problema que a afectava, contextualizando assim a situação para poder ser melhor aconselhada em relação ao produto que desejava.

Lembro-me de uma senhora que queria conselhos para montar um negócio desta área e que passou imenso tempo ao telefone a dizer o que pretendia fazer, mas também, lá ia desfiando a sua vida sexual, e todo o seu conhecimento sobre sexologia.

Acredito que a maior parte destes clientes não faria estas questões nem teria estas conversas numa loja física ou mesmo a um médico. Quem está do outro lado é um estranho e assim, sentem-se mais à vontade para falar dos seus problemas.

Em suma, gerir uma sexshop online é um bom negócio mas que exige muito de nós, e muitos de nós não têm essa força para ultrapassar os diversos obstáculos. Só alguns, os resilientes, resistem às dificuldades.

Lembre-se de que o segredo para o sucesso da sua loja é o cuidado no atendimento ao cliente e a qualidade dos artigos que vende.

O cliente deve ser tratado com consideração. Ele voltará se vir que o atendimento é bom e competente.

As encomendas devem ser entregues de forma sigilosa e o mais rápido possível pois isso aumenta ainda mais a confiança depositada. Já tivemos casos em que, o cliente logo no dia em que recebe a encomenda, faz imediatamente outra. Nunca ultrapasse o prazo de 48 horas, dois dias úteis para realizar a entrega. É essencial passar uma imagem de rapidez e eficiência.

Da próxima vez que efectuar uma encomenda na Sexshop Portugal lembre-se que o nosso objectivo é você. A sua satisfação como cliente é a nossa satisfação.

Agora venha daí e veja algumas das novidades desta semana na nossa sexshop online.